Saiba mais sobre a metodologia 5s e como ela funciona - Previnsa - Soluções em Segurança do Trabalho
Capacitação

Saiba mais sobre a metodologia 5s e como ela funciona

Sem dúvida alguma, o ambiente de trabalho é um dos fatores que mais influenciam no sucesso de uma empresa. Saiba que há várias maneiras de trabalhar essa questão em um negócio, e uma das mais promissoras é por meio da metodologia 5S.

Para quem ainda não sabe, o 5S é uma ferramenta que nasceu no Japão, logo depois da Segunda Guerra Mundial. Nesse período foi preciso iniciar um processo de reconstrução do país, algo que, indiretamente, fez com que se concretizasse a realização de um objetivo maior: tornar o país uma potência econômica mundial.

Apesar de a sua criação não ser algo relativamente novo, esse recurso ficou mais conhecido nas empresas somente nos anos 90, quando criou-se uma certa urgência pela busca por qualidade nos negócios.

Podemos dizer que o principal objetivo da metodologia 5S é ajudar uma empresa a otimizar o seu tempo, bem como todos os seus recursos. Para que você possa entender melhor, preparamos um conteúdo detalhando cada um dos pilares que formam essa poderosa ferramenta.

Ficou interessado no assunto? Então, continue acompanhando a leitura do artigo conosco!

A Metodologia 5S

Entrando mais a fundo no assunto, a metodologia 5S é composto por 5 pilares que acabam dando nome a essa ferramenta. Estamos falando dos S’s, que nada mais são do que sensos que fornecem toda a base para o seu uso.

Eles são o Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke. Só por essas nomenclaturas já deu para perceber a cultura japonesa, certo? Abaixo, vamos falar um pouco mais sobre cada um, a fim de que seja possível entender o funcionamento da metodologia. Acompanhe!

1. Seiri

Na metodologia 5S, o Seiri se refere ao senso de utilização. Ou seja, envolve tudo o que está ligado à utilização dos materiais, equipamentos, ferramentas e até os próprios dados e informações da empresa. Segundo esse senso a risca, tudo o que for inútil deverá ser dispensado.

Caso seja feito o bom uso desse S, podemos dizer que os resultados são bem satisfatórios, estarão ligados à redução de custos com o espaço, principalmente no que diz respeito à sua limpeza e manutenção.

Caso a empresa trabalhe com armazenamento de estoque, este também será otimizado. Além disso, esse é um senso básico, que serve para preparar o ambiente para a aplicação dos outros 4 S’s da metodologia.

2. Seiton

O segundo S está relacionado ao senso de organização. Sendo assim, podemos dizer que o seu foco está em manter todos os recursos disponibilizados da empresa ao alcance de todos, de modo que podem ser acessados e utilizados imediatamente.

Uma das boas práticas está na questão de criar padrões, bem como fazer uso de ferramentas simples, como utilizar etiquetas, estantes, caixas de organização e outros recursos. Além de que cada objeto deverá ter o seu local específico, bem como estar próximo do seu local de uso.

Quando bem aplicado, o Seiton poderá trazer ganhos relevantes no que diz respeito a economia de tempo e facilidade na localização de recursos e ferramentas, influenciando diretamente na excelência da operação do negócio.

3. Seiso

A limpeza é o tema do terceiro pilar da metodologia 5S. Você já deve imaginar que este senso mostra a importância de eliminar qualquer tipo de sujeira do ambiente corporativo. Além disso, também prega que qualquer objeto que seja desnecessário também deve ser eliminado.

Saiba que esse senso pode ir além da questão física, atuando no relacionamento entre os colaboradores do negócio, trazendo como valores a honestidade, respeito e a transparência entre todos.

Como resultado, podemos dizer que o Seiso ajuda a tornar o ambiente mais agradável e saudável, redução da possibilidade de acidentes, melhoria no relacionamento entre os funcionários, além de conservar melhor todas as ferramentas e os equipamentos da empresa.

4. Seiketsu

O item número 4 da metodologia 5S é o senso de padronização e saúde. Estamos falando do ambiente físico em si. A ideia é trazer um padrão para as cores, os recursos, a iluminação, dentre outros aspectos físicos que influenciam no funcionamento do negócio.

Como isso também envolve a questão da saúde, é importante verificar o quanto os espaços da empresa estão afetando a saúde dos colaboradores. Podemos citar como exemplo a questão da ergonomia, da iluminação, ventilação, dentre outros aspectos.

Podemos dizer, inclusive, que o seu grande objetivo é manter os 3 primeiros S’s em ordem. Dentro disso, promove resultados ligados à questão de segurança, bem-estar nas áreas comuns e ao equilíbrio físico e mental de todos.

5. Shitsuke

Por fim, trazemos aqui o senso de disciplina, que é a última etapa do 5S. Esta nada mais é que o comprometimento pessoal com os 4S’s anteriores. Ele tem muito a ver com a ética e os padrões morais de cada colaborador.

Esse S é cumprido quando todos passam a realizar o que realmente precisa ser feito, mesmo sem supervisão de qualquer pessoa. Ou seja, quando atingem o estado de pura disciplina e compromisso. Dessa forma, os resultados poderão ser desde trazer uma melhor qualidade de vida para todos até atingir a excelência operacional que a empresa precisa.

Além disso, o trabalho se tornará agradável e todos os colaboradores se sentirão valorizados de alguma forma. Note que isso pode fechar um ciclo em que colaboradores motivados ajudam na organização do ambiente, que, consequentemente, auxilia na motivação dos colaboradores.

Deu para entender que a metodologia 5S ajuda em muitos aspectos do negócio, certo? Reforçamos que ela é essencial para trazer qualidade, padronização e bem-estar para tudo e todos.

Além disso, podemos dizer que ela é um elemento fundamental para a segurança do trabalho, deixando o ambiente sempre limpo e seguro, além de evitar riscos que possam trazer consequências sérias para a própria empresa e os seus colaboradores.

Saiba que a metodologia 5S envolve uma mudança de cultura forte, e quando bem enraizada trará ótimos benefícios para a empresa, tornando a utilização de todos os sensos um hábito saudável para o negócio.

Gostou de aprender mais sobre essa ferramenta incrível? Então, compartilhe esse conteúdo com os seus amigos das redes sociais

Você pode gostar
O que é o mapa de risco de uma empresa? Entenda aqui!
Como manter sua equipe motivada na prevenção de acidentes?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This