Treinamento de Emergências: como implementar em sua empresa? - Previnsa - Soluções em Segurança do Trabalho
Capacitação

Treinamento de Emergências: como implementar em sua empresa?

Por conta dos altos índices de incidentes como incêndios em locais onde há maior concentração de pessoas, o treinamento de emergências se tornou um curso essencial para empresas de todos os segmentos e portes.

Apesar de edifícios, fábricas e galpões serem os maiores focos de atenção, nem mesmo os pequenos escritórios escapam da possibilidade de acontecer um caos.

A falta de conhecimento sobre o como proceder é um dos piores combustíveis do alvoroço em casos de emergência.

Sem um planejamento adequado e a execução de exercícios de abandono, todo o restante tenderá a colaborar para o pânico e correria, abrindo caminho para outros acidentes como quedas, pisoteamentos, pessoas retidas em elevadores, entre outros até mesmo piores.

Com importância real para a segurança dos colaboradores de sua empresa, o treinamento de emergências está longe de apenas cumprir tabela. Ele traz impacto direto na prevenção de acidentes aumentando a confiança dos funcionários treinados quanto a melhor postura em casos graves.

Além disso, os participantes se tornam mais atentos ao uso dos equipamentos de segurança, reduzindo as chances de turbulências como a data de validade vencida e mau funcionamento.

Se você já ouviu falar sobre esse tipo de treinamento, mas não sabe como implementá-lo em sua empresa, este post é para você. A seguir, abordaremos as melhores práticas para tornar a capacitação dos colaboradores uma realidade em sua organização.

Orientação e envolvimento dos colaboradores

Um dos passos mais importantes para a implementação eficaz dos ensaios em casos sinistros é manter os colaboradores engajados com a necessidade de capacitação. Ninguém precisa esperar um acidente grave acontecer para que esteja preparado.

Os treinamentos de segurança devem ser vistos tanto pelo empregador quanto pelo SESMT como prioridade. Afinal, a precisão necessária em caso de sinistros se dá pelas simulações.

Invista em orientar os funcionários da empresa de forma dinâmica e realista. Uma boa dica é explorar os espaços de comunicação da empresa para ousar em campanhas de marketing interno. Para chamar a atenção, você pode usar slogans fortes e imagens de impacto.

Se esforce para que a maioria das pessoas na empresa deseje participar das aulas. Quanto mais colaboradores souberem tudo sobre o combate ao incêndio, por exemplo, melhor será para a segurança da própria instituição.

Manutenção dos equipamentos de segurança

Você não pode querer implementar um treinamento desse tipo sem que os locais de trabalho estejam devidamente preparados.

O número calculado de circulação de pessoas se tornou lei em diversos lugares. Acompanhado a isso está a necessidade de instalação e manutenção dos equipamentos que garantem a segurança.

Caixas de incêndio e extintores são itens obrigatórios quando o assunto é proteção nas empresas. Mais importante do que mantê-los distribuídos em locais de fácil acesso, é mantê-los em excelentes condições de uso. Isso significa que extintores de incêndio devem estar sempre carregados e em dia com a revisão periódica.

Outra forma de manter a organização prevenida contra acidentes é por meio das manutenções e vistorias nas instalações de eletricidade. Principalmente em construções antigas, redes elétricas ultrapassadas podem apresentar sinais e riscos de incêndio. Tenha cautela!

Criação da Brigada de Incêndio 

Dentro do treinamento sempre haverá funcionários que se destacarão mais. Você poderá notá-los ao observar quais colaboradores demonstram maior controle emocional e aptidão para lidar com situações imprevistas e de emergência.

Esses funcionários são os mais indicados para formar a Brigada de Incêndio. Trata-se de um grupo de voluntários ou não, capacitados para atuar na prevenção e combate em casos graves.

Nenhum sistema de prevenção poderá funcionar, de fato, sem pessoas especializadas na operação. Portanto, invista nesses ajudantes com ainda mais peso. Os integrantes da Brigada devem conhecer as técnicas de primeiros socorros, abandono da edificação e combate aos incêndios.

Você pode definir as principais atribuições desse time, da seguinte forma:

Ações de prevenção

  • avaliação dos riscos;
  • inspeção das rotas de fuga;
  • inspeção dos equipamentos de combate ao incêndio;
  • criação de relatórios com as irregularidades locais.

Ações de emergência

  • identificação do problema;
  • abandono de área;
  • prestação dos primeiros socorros;
  • combate à emergência.

Priorização do combate ao incêndio

O incêndio nada mais é do que um fogo fora de controle. Dependendo do ambiente, o fogo pode se alastrar em poucos instantes. Em situações de abrasamento, é comum que as pessoas adotem a postura errada ao se aglomerarem aos desesperos.

Para instaurar o treinamento de emergências em sua empresa, dê uma atenção especial para as lições de combate ao incêndio.

Nessas aulas, os participantes devem tomar lições sobre como reconhecer a classe e o tipo do fogo, como utilizar os equipamentos de segurança da forma correta e qual modelo de extintor é o mais indicado para cada situação.

Ensine para os funcionários como encontrar as saídas de emergência mais próximas! Invista em simulações de evacuação de prédios com calma e tranquilidade. Além disso, mantenha o foco em mostrar como ajudar as pessoas com mais problemas de locomoção.

Dessa maneira, além de se prevenir, uma equipe bem preparada ajuda a amenizar os resultados desagradáveis zelando sempre pela segurança.

Acionamento do Corpo de Bombeiro

Apesar de ter uma brigada de incêndio e funcionários capacitados para lidar com situações adversas, não existe ninguém melhor que o Corpo de Bombeiros para combater aos incêndios da forma correta.

Portanto, mantenha todos os funcionários cientes de que os primeiros sinais de fogo já são suficientes para acionar o Corpo de Bombeiros.

Para melhor controle e organização, o acionamento nas empresas costuma ser feito pelos colaboradores em posição de liderança. Em casos de emergência, eles são responsáveis por ligar para o 193.

Na luta pela prevenção, dissemine os procedimentos importantes próximos aos extintores de incêndio, os hidrantes e saídas de emergência.

Grandes estragos podem ser evitados com pequenos detalhes e ações durante o dia a dia. Além da prevenção, é importante se aprender a combater os incidentes em busca de priorizar a segurança das pessoas e minimizar o tamanho dos estragos.

Por essa razão, o treinamento de emergências é essencial para toda empresa que deseja manter um padrão de proteção e qualidade.

Se você gostou deste artigo, siga nossas redes sociais! Estamos no Facebook e no YouTube.

Você pode gostar
Sinalização de segurança: por que deve ser feita da maneira correta?
Acidente de trabalho fora da empresa: saiba os direitos e deveres do empregador!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This