Como escolher um Treinamento de Segurança do Trabalho - Previnsa
Capacitação

Saiba como escolher um treinamento de segurança do trabalho

como escolher um treinamento de segurança do trabalho

A melhor maneira de evitar que acidentes ocorram com frequência na rotina dos colaboradores é manter o local de trabalho seguro contra riscos. Para garantir isso, é necessário que sua empresa ofereça um treinamento de segurança do trabalho de qualidade.

Os treinamentos envolvem uma conscientização de todos, inclusive do empreendedor a respeito da adequação e cumprimento das normas regulamentadoras (NR’s), impostas pelas legislações vigentes.

Porém, é preciso ter cautela para escolher uma instituição a fim de evitar que sua equipe receba instruções pouco eficientes, colocando em risco a vida das pessoas e o patrimônio. 

Diante disso, selecionamos neste post, algumas dicas para que você possa optar pela melhor empresa de treinamento para sua companhia, bem como algumas vantagens. Acompanhe abaixo!

Conheça as vantagens de um treinamento eficaz de segurança do trabalho

1. Redução de acidentes

A meta primordial da Segurança do Trabalho é garantir a prevenção dos acidentes laborais que comprometem a integridade mental e física do colaborador. Desta forma, investir em treinamentos desse tipo reflete em um local produtivo e saudável.

2. Organização e produtividade

Permite que a empresa estabeleça uma política que demonstra sua responsabilidade e o seu cuidado com cada funcionário. Ao organizar todos os procedimentos de forma segura, isso pode resultar em um outro benefício que é a produtividade, pois a motivação do colaborador tende a aumentar quando ele percebe que está sendo bem cuidado.

3. Menos gastos

Treinamentos de segurança no trabalho geram menos custos com materiais, ações judiciais e afastamentos. Um setor/departamento seguro diminui os riscos e mantém o funcionário focado na execução das tarefas, evitando perdas.

4. Local de trabalho sadio

Demonstra o zelo da companhia com a saúde e bem-estar de toda a sua equipe de trabalhadores. Esse sentimento de precaução e cuidado gera um ambiente de trabalho mais sadio e propício a ideias e relações interpessoais.

5. Aumento da qualidade dos produtos e serviços

Colaboradores que sabem que estão realizando suas atividades laborais de forma segura, produzem com mais qualidade. Isso porque prazos são mais respeitados graças ao fluxo contínuo dos processos, e por consequência, seu cliente final fica muito mais satisfeito com os produtos da sua marca.

6. Credibilidade no mercado

A redução de acidentes e situações envolvendo a imagem da corporação garante a credibilidade organizacional da instituição, refletindo numa comprovação de responsabilidade social. Com produtividade e colaboradores motivados, sua empresa pode se tornar referência no ramo de mercado em que atua.

7. Oportunidade de relações interpessoais

Este método pode ser uma grande oportunidade para realizar uma integração mais afetiva com todos os funcionários, com o intuito de demonstrar os objetivos e metas da empresa e de expor seu empenho com a segurança.

Mas como escolher a melhor empresa para realizar o treinamento?

1. Faça uma pesquisa detalhada

Quando você estiver escolhendo uma empresa de treinamento, verifique se ela possui engajamento no serviço e se tem profissionais qualificados para treinar sua equipe, realize uma pesquisa minuciosa no mercado Nacional e Internacional.

Verifique quantas empresas ela já atendeu, o histórico dos últimos treinamentos, enfim, não decida antes de inteirar-se bem sobre a instituição. Assim, você saberá se ela presta serviço para outros segmentos, pois isso demonstra adaptabilidade nos processos de treinamento.

Afinal, uma análise bem detalhada evita muitos contratempos, como descontentamentos por parte dos colaboradores de sua companhia ou serviços mal realizados.

Uma pesquisa bem detalhada também assegura uma maior qualidade nas informações destinadas, o que certamente contribuirá para uma melhor capacitação da sua equipe.

2. Cheque a metodologia utilizada

É importante pesquisar quais materiais de apoio a empresa fornece, como:

  • apostilas (se serão impressas com direitos autorais, ou em xerox);
  • e-books;
  • aulas práticas com simuladores, EPIs e outros recursos;
  • instrutores;
  • certificados.

Não se esqueça de levantar informações detalhadas sobre todos estes aspectos.

Também pesquise como as aulas teóricas serão conduzidas, isto é, que tipos de tecnologias serão utilizadas no treinamento, como vídeos, datashow, slides, dinâmicas, discussões em grupo, etc. Dentre as normas regulamentadoras lecionadas, as de segurança do trabalho são:

  • NR-05 CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes);
  • NR-06 EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual);
  • NR-10 (Segurança em Instalações e Serviços de Eletricidade);
  • NR-17 (Ergonomia);
  • NR-23 (Proteção Contra Incêndios);
  • NR-32 (Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Saúde);
  • NR-33 (Segurança e Saúde no Trabalho em Espaços Confinados);
  • NR-35 (Trabalho em Altura);
  • SEP (Sistema elétrico de potência);
  • Higiene do trabalho;
  • Psicologia do trabalho.

Vale ressaltar que é preciso estabelecer onde o curso será ministrado, pois existem empresas contratadas que realizam os treinamentos em sedes próprias (in company). Veja qual a melhor opção e qual o curso adequado para a realidade da sua empresa, já que, na maioria dos casos, é mais benéfico manter os colaboradores dentro da companhia, reservando um local apropriado para eles.

Com isso, você pode evitar mais custos, como pagamento de horas extras e deslocamentos, estipulando um horário mais tranquilo para ministrar o curso.

3. Atente às certificações da empresa

Veja se os profissionais são qualificados (conhecimentos técnicos e formação acadêmica) e se possuem certificados exigidos pelas normas regulamentadoras, bem como o registro da empresa ministradora no CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), além da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) da orientação e da obediência às normas da ABNT.

Avalie as condições dos equipamentos que serão utilizados, além de verificar se eles são compatíveis com o número de alunos, de modo que todos possam praticar simultaneamente. Estas são algumas ações indispensáveis para efetuar um treinamento de qualidade.

Certifique-se que a empresa tenha um Responsável Técnico, e peça que seja realizada a ART do treinamento. Essa é uma das principais seguranças que ela pode lhe oferecer.

É necessário coletar todos os dados e informações técnicas antes de realizar uma contratação, assim você garante mais qualidade no treinamento concedido aos seus colaboradores.

4. Verifique a reputação da empresa

Antes de fechar o acordo, consulte o feedback de outras companhias que já contrataram os serviços de treinamentos da empresa, com o intuito de descobrir sua reputação.

Além disso, colha depoimentos de outros empreendedores, técnicos do ramo e também verifique se há pendências na Junta Comercial. Afinal, boas empresas zelam pelo seu nome no mercado de trabalho, tanto com opiniões satisfatórias dos clientes, quanto dos órgãos reguladores.

Escolha uma instituição que zele pela qualidade técnica de seus serviços de treinamentos e que garanta a implantação de uma cultura organizacional estritamente focada na segurança dos colaboradores.

5. Compare preços

Não caia na armadilha dos preços baixos, eles são tentadores, mas muitas vezes não condizem com um bom treinamento. Por esse motivo, desconfie dos valores muito abaixo daqueles praticados no mercado.

Quando chegar o instante de fechar o preço final, crie uma lista de acordos básicos que devem ser cumpridos para o bom andamento dos treinamentos de segurança. Nela, exija material didático, equipamentos em boas condições de uso, local adequado as aulas práticas. Não deixe brechas que sejam capazes de criar desentendimentos.

Esperamos que, com as dicas citadas ao longo deste artigo, possamos ter ajudado você a escolher uma instituição qualificada para efetuar o treinamento de segurança do trabalho da sua equipe. Aproveite esta oportunidade e entre em contato conosco, estamos à disposição para solucionar suas dúvidas!

Você pode gostar
Fiscalização do trabalho: como se preparar para ela?
Guia completo sobre Brigada de Incêndio: saiba mais!

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This