Motivação da segurança do trabalho: descubra como fazer - Previnsa - Soluções em Segurança do Trabalho
Capacitação

Motivação da segurança do trabalho: descubra como fazer

Não há dúvidas de que a motivação da segurança do trabalho é o fator que faz a diferença na hora de instalar uma cultura de prevenção nas organizações.

Trabalhadores desmotivados e iludidos quanto às questões de saúde e proteção pouco contribuem para a redução de riscos porque, afinal de contas, eles não veem motivos para tal.

A dificuldade de enxergar clareza nas normas de segurança é uma das maiores justificativas de colaboradores não engajados. Para combater essa realidade vivenciada pela indústria, os gestores interessados precisam de engenhosidade e planejamento.

Caso contrário, as dificuldades com funcionários que não fazem questão de se proteger só abrirão caminho para um ambiente cada vez menos engajado e de fiscalização problemática.

Neste post, compartilharemos as melhores dicas sobre como motivar e estimular seus colaboradores a aderirem aos preceitos da segurança do trabalho. Conheça as melhores maneiras de continuar a trabalhar a comunicação com a equipe!

Disponha-se a ouvir

Como um diálogo sempre é composto por falar e ouvir, o primeiro passo é se colocar à disposição para entender o público interno que você quer atingir. Os funcionários da empresa não conversarão com quem não esteja disposto, portanto, preocupe-se com a ouvidoria.

Estratégias simples, como a inserção de uma caixa de sugestões onde há um significativo fluxo de pessoas, já é um ato importante. Esforce-se para demonstrar que está aberto não apenas para sugestões, mas para reclamações e, até mesmo, denúncias.

Quanto mais aberto e transparente você for, mais confiança receberá de volta. E, por falar nesse assunto, uma relação de lealdade entre empregado e empresa só vai existir se o RH puder inspirar credibilidade.

Por isso, tenha cuidado com o sigilo das informações, apurando-as com cautela e o mais breve possível.

Invista em palestras e cursos

SIPAT não precisa ser o único evento voltado para o esclarecimento dos funcionários quanto às questões da segurança no trabalho. Tampouco, os membros da CIPA devem ser os únicos responsáveis pela conscientização na empresa.

Contratar palestras e cursos de empresas especializadas pode ser uma ótima opção para companhias com alto índice de acidentes, onde a disseminação de informação útil é necessidade urgente.

A empresa pode investir em aulas relacionadas à motivação da segurança no trabalho ou em apresentações mais práticas, demonstrando hábitos saudáveis, conversando sobre o bom uso dos EPIs ou abordando a gestão de riscos.

É muito natural que os colaboradores deem mais atenção ao conteúdo quando o treinamento vem de fora. Por isso, em favor do estímulo requerido, leve isso em consideração!

Desenvolva a cultura da equipe

Você já viu um colega de trabalho zombar do outro apenas pelo uso dos EPI’s de maneira mais criteriosa? Pois é! Esse ato é muito comum entre operadores nas indústrias.

Zombarias e comportamentos desse tipo demonstram a primordialidade com que se deve trabalhar a cultura entre a equipe. A postura da empresa não pode ser neutra em relação a esses casos,, muito menos agressiva.

O ideal é encontrar o equilíbrio certo para lidar com a situação, entendendo os motivos de todos os envolvidos, evitando polêmicas e tensões.

Demonstre, por meio de um argumento leve, que brincar com a saúde e a vida não faz sentido algum. Busque sempre cortar o mal pela raiz e se preocupe com a transformação do ambiente por meio da conscientização segura.

Ofereça algo em troca

Se você quer trabalhar a motivação da segurança do trabalho, lembre-se que as pessoas costumam se sentir mais estimuladas ao avistarem algum ganho adicional. 

Use a criatividade e a imaginação para planejar uma campanha criativa que estipule uma maratona da segurança e da saúde com direito a prêmios. Para isso, esteja alinhado com todos os responsáveis pela segurança do trabalho, além da Diretoria.

Promova reuniões entre os líderes

Os líderes precisam ser espelhos do interesse da companhia. Aliás, quem está na operação observa o gestor como a pessoa mais próxima da Diretoria. Tome cuidado para que os líderes da empresa não desvalorizem os seus esforços ao não demonstrarem interesse pela segurança.

A participação ativa da liderança é essencial. Promova reuniões periódicas para reforçar a importância de se tratar as normas internas de segurança com o respeito devido. 

Os gestores devem ser os primeiros a andar na linha, servindo de exemplo para os outros profissionais. Nas reuniões, você pode aproveitar para discutir as estatísticas de acidentes no trabalho na empresa, assim como métodos para prevenção.

Distribua conteúdo informativo

A boa cartilha com informações sobre segurança no trabalho ainda pode ser útil para conquistar a atenção do seu público. Você pode solicitar ajuda ao setor de marketing interno para elaborar algo chamativo e eficiente.

A partir disso, você pode distribuir o conteúdo para os funcionários, incluindo regras para fins de consulta. Disponibilize os dados mais relevantes em locais estratégicos, como refeitórios e recepções.

Uma boa forma de atrair a atenção de quem está começando a se interessar mais sobre o assunto é mostrar que o acidente de trabalho é prejudicial não apenas para o trabalhador, como para sua família e as pessoas mais próximas.

Quanto mais você auxiliar as pessoas a entenderem o valor de suas vidas, mais motivação você injetará.

Não se esqueça de que os canais de comunicação interna são um dos maiores aliados da Gestão de Pessoas. Use os murais, jornais impressos e todas as áreas de aviso para manter o assunto da segurança sempre em dia. 

Você pode criar conteúdos e, assim, lembrar aos colaboradores quais serão as principais ações a serem tomadas na rotina da organização.

Aja com criatividade e ousadia

Iniciativas motivacionais para conscientização serão bem-vindas a todo tempo. Para isso, é preciso juntar disposição à criatividade.

Uma ideia que surte efeito positivo é a ação que muitos chamam de “Amigo da Segurança”. Trata-se de premiar um funcionário com o título todos os meses do ano. 

Dessa forma, você não só estimula esse profissional a dar continuidade à aplicação das normas de segurança, mas também a inspirar os demais colegas. Oferecer um presente para o “Amigo da Segurança” ajuda a fazer com que o reconhecimento não caia no esquecimento entre os colaboradores.

Outra opção vista com frequência é a contagem dos dias em que não ocorreram acidentes de trabalho. 

Você pode colocar um placar em um local comum, contabilizando o número de dias em que os profissionais voltaram para suas casas sem sofrer qualquer tipo de acidente no ambiente de trabalho ou a caminho. Seja criativo e tenha o céu como o limite.

Ao garantir a segurança, a saúde e a motivação dos trabalhadores, você fará com que a organização atinja resultados muito mais produtivos. Sem falar no ambiente mais prazeroso para um trabalho sem medo e com riscos reduzidos.

Gostou de conhecer nossas dicas para a motivação da segurança do trabalho? Então confira nosso post sobre o que fazer quanto aos primeiros socorros em ambiente corporativo.

Você pode gostar
Aprenda como implementar uma equipe de emergência na empresa!
Como a Lei Boate Kiss mudou as normas de prevenção à incêndio?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This