Conheça 4 medidas importantes para a prevenção de incêndios! - Previnsa - Soluções em Segurança do Trabalho
Capacitação

Conheça 4 medidas importantes para a prevenção de incêndios!

Quando o assunto é segurança e evitar acidentes, a prevenção de incêndios deve ser uma das medidas prioritárias de qualquer empresa. Afinal, graves acontecimentos podem suceder quando não há essa preocupação, colocando a vida de todos os colaboradores em risco.

Para se ter uma ideia, recentemente, em maio de 2018, ocorreu um grave acidente dessa natureza em um grande prédio no centro de São Paulo. Esse evento fez com que outros prédios e construções vizinhas também lidassem com incêndios e desabamentos, deixando mortos e feridos.

Esse é apenas um caso dentre muitos que já aconteceram. Independentemente de quando aconteceu, percebe-se que um descuido humano — o abandono de um prédio ou local de trabalho — pode causar uma tragédia irreversível, com inúmeras vítimas.

Por isso, para que você possa entender como se prevenir em situações como essa, preparamos este post com dicas sobre prevenção de incêndios. Continue a leitura e confira!

Quais são as principais causas de um possível incêndio?

Antes de discutirmos sobre o que pode ser feito para começar um trabalho de prevenção de incêndios, vamos apresentar uma breve lista das principais causas de incêndios. Confira a seguir quais são elas.

Falhas na parte elétrica

Em primeiro lugar, não poderíamos deixar de citar as falhas nas instalações elétricas da sede da empresa. Saiba que isso é algo que pode acontecer, principalmente quando se trata de prédios antigos.

Falando mais especificamente, o famoso curto-circuito pode acontecer a qualquer momento. É evidente que existem outros motivos relacionados à parte elétrica que podem causar um incêndio: falta de manutenção, envelhecimento da rede, entre outros.

Superaquecimento de aparelhos eletrônicos

Outra causa que requer uma atenção redobrada é o superaquecimento de aparelhos eletrônicos. Os motivos para esse aquecimento acontecer podem ser desde uma falha interna até a sobrecarga da rede — quando os adaptadores e os famosos T’s são usados de forma excessiva.

Situações como essa podem criar um pequeno foco de incêndio que, se não for controlado, pode se alastrar por toda a empresa, tornando o fogo muito maior do que se imagina.

Negligência humana

A negligência humana também é responsável por causar muitos dos incêndios. Quando trazemos essa realidade para uma empresa, é preciso tomar cuidado, principalmente com as áreas de refeitório, onde há maiores chances do uso de utensílios, como o fogão.

Além disso, o descarte de cigarros, se não for feito corretamente, pode gerar pequenas chamas, que também podem se alastrar rapidamente, principalmente perto de materiais inflamáveis.

Como realizar a prevenção de incêndios?

Agora que você já sabe alguns dos principais motivos que contribuem para criar focos de incêndio nas empresas, preparamos aqui 4 dicas que podem ser importantes na prevenção de incêndios. Veja!

1. Não permita o uso do cigarro 

Antes de mais nada, você deve saber que fumar em locais públicos — abertos ou fechados — é proibido por lei. No entanto, é preciso garantir que isso seja cumprido, transmitindo essa exigência com firmeza e clareza para os colaboradores da empresa.

Mesmo que sofra resistência por boa parte dos funcionários, essa é uma forte medida de segurança, visto que, além de incomodar os colaboradores que não são fumantes, é possível provocar situações de acidentes, principalmente se há muitos produtos inflamáveis por perto.

Pode parecer pouca coisa, mas isso evita que todos os colaboradores corram o risco de ter que enfrentar um incêndio quando menos esperam.

2. Preze pela manutenção da rede elétrica

Pode não parecer, mas muitas vezes o incêndio pode ser provocado por aspectos internos e estruturais da empresa, principalmente quando envolve o estado da rede elétrica. Conforme citamos anteriormente, os curtos-circuitos são grandes riscos, por isso é preciso trabalhar de forma preventiva para reduzir essa possibilidade.

Uma das maneiras mais simples de fazer isso é estabelecendo práticas de manutenção que podem acontecer periodicamente. Estabelecendo esse procedimento, será possível verificar sempre se tudo está em ordem, bem como realizar pequenos consertos, tal como trocar a fiação que vai envelhecendo, dentre outras boas práticas.

Lembre-se também que quando um incêndio acontece por motivos relacionados à rede elétrica, a principal responsável pelo acontecimento será a empresa, que deverá arcar com as consequências que podem ser geradas por essa situação.

3. Conte com equipamentos de prevenção e combate ao incêndio

A prevenção de incêndios envolve também contar com os recursos certos para que qualquer situação inicial possa ser controlada sem maiores problemas. Esses recursos envolvem desde placas informativas até os mais diversos equipamentos de combate ao fogo.

Dentre eles, destacamos a utilização de alarmes de detecção de fumaça e portas corta-fogo, bem como extintores, hidrantes e sistemas sprinkler, que devem ser devidamente instalados em lugares estratégicos na empresa.

Não se esqueça que esses equipamentos também necessitam de manutenção, principalmente os extintores, que precisam sempre estar dentro da data de validade para que possam funcionar da maneira esperada.

4. Treine os colaboradores

Por fim, a nossa última dica sobre prevenção de incêndios está relacionada à necessidade de capacitar os próprios colaboradores para que eles consigam controlar a situação até chegar uma ajuda maior: os bombeiros.

Então, procure por empresas especializadas nesse treinamento e que possam dar uma verdadeira consultoria em relação ao treinamento de uma parte dos colaboradores, bem como auxiliar o negócio no seu projeto de prevenção contra incêndios.

Implementar a CIPA também é uma boa prática que gera mais segurança para a empresa, além da tranquilidade para que os colaboradores possam trabalhar, pois saberão que há pessoas capacitadas na condução das situações de incêndios.

Deu para perceber que trabalhar na prevenção de incêndios não é algo complexo, certo? Então, utilize essas dicas para agir proativamente no seu negócio desde já, garantindo que ele seja um local seguro e que esse fator não atrapalhe o bom funcionamento de sua operação e o bem-estar corporativo. Lembre-se também que a ajuda profissional pode ser a melhor maneira de tornar tudo isso mais fácil!

Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe-o com os seus amigos, em suas redes sociais, para que eles também tenham a oportunidade de saber como atuar na prevenção de incêndios!

Você pode gostar
Acidente de trabalho: saiba agora o que mudou com a nova CLT!
Como a Lei Boate Kiss mudou as normas de prevenção à incêndio?

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This